segunda-feira, 26 de março de 2018

Sobre ser mãe de menino

|
Hoje, quase 2 meses após o nascimento do meu filho, eu vejo que muitas coisas em relação a minha vida mudaram muito. Ainda mais quando você é mãe de menino. Sim, é meu primeiro filho e eu não sei (ainda) o que é ser mãe de menina, então tudo o que for falado aqui vai ser uma pequena experiência vivenciadas continuamente e muito intensa.

Ser mãe de menino é ter mil razões para se encorajar diante do mundo. É saber educar um futuro homem que vai respeitar o seu próximo principalmente as mulheres. É mergulhar em um universo masculino no qual uma mãe de primeira viagem desconhece. É conhecer o homem da sua vida sem sair de casa.

A maternidade está me ensinando a ter muita paciência, pois realmente tem aquela história de que menino mama mais. Sim, no meu caso o meu filho mama muuuuito.

Sendo mãe de menino, eu descobrir que nem toda roupinha precisa ter brilho para ser bonita. Que somente uma estampa de bola de futebol vai deixa-lo ainda mais gatinho.

Talvez esse não seja um super texto, mas eu ainda estou naquela fase de adaptação. Mas o pouco tempo que ele está nesse mundo, já valeu por muito anos vividos sem ele. Afinal, como eu conseguir passar tanto tempo sem ter ele?

Um filho muda uma mãe, nos encoraja para encarar o mundo de uma tal forma que nós desconhecemos. É ser protetora mesmo quando um parente chama-o de ''safadinho ou moleque''.

Desculpa sociedade, mas eu não vou criar o meu filho para se tornar um moleque, eu vou cria-lo para ser um homem admirável, integro e honesto.

No mais é isso.

Eu te amo tanto, Fernando!

6 comentários:

  1. Que lindo, Jéssica! Não sou mãe, mas imagino o quanto a maternidade nos muda - para melhor!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenha dúvidas! Para o melhor em todas as situações!

      Excluir
  2. Que lindo, morro de vontade de ter um filho, fico imaginando a benção que é. Parabéns ♥
    Charme-se

    ResponderExcluir