segunda-feira, 23 de julho de 2018

A mulher que eu me tornei depois que virei mãe

|
Alerta de textão!!!
Esse post é para falar um pouquinho das minhas mudanças de menina para mulher, uma mulher que virou mãe e que amadureceu mais ainda com a chegada do filho.
E quando eu digo mais ainda é porquê eu ejá tinha uma ''cabeça boa'' perante as idades anteriores. Eu nunca fui de balada, de sair sozinha, de beber e sair vomitando por aí, de ficar com 5 em uma noite. Não! Nunca fui assim e não julgo quem gosta desse tipo de diversão ainda mais sendo mulher. O fato é que eu depois que eu descobrir que estava grávida, muitas coisas mudaram radicalmente e do nada na minha vida.

No ano de 2017, eu estava muito focado com o meu antigo blog (blogfalandodemoda), estava conseguindo parcerias, o blog tinha números bons nas redes sociais, estava focada em perder peso para as fotos de looks, eu passava o dia planejando e editando tudo o que eu queria, tinha os vídeos que gravava e também editava tudo sozinha... é, essa ''fase'' foi caindo logo no início da gestação, só que eu ainda não tinha descoberto.
Eu não tinha forças para gravar, planejar e elaborar textos, não estava dando conta de responder os comentários e eu estava me sentindo muito cansada, sonolenta e sensível. Muuuuuuito sensível

Depois de dois testes de farmácia e o HCG, eu percebi que a minha falta de vontade não era porquê eu não queria mais o blog ou estava me desinteressando, era um novo ciclo que ali estava se iniciando.
Mal conseguia sair da cama, os enjoos se iniciavam, eu perdi 5kg e eu não parava de chorar. Como conseguir manter um blog ativo desse jeito? Impossível! Por mais amor e dedicação, o meu corpo não correspondia ao meu cérebro. Foi aí que eu me permitir viver toda a minha gravidez sem stress e sem cobranças.


Não foi fácil ver os números caírem e aqueles(as) que estavam junto comigo nessa caminhada simplesmente desaparecem como pó! Eu jurei que não iria me importar naquele momento com essa situação toda pois quem era e quem a minha primeira preocupação é o meu filho. É nele que eu tinha que me preocupar, cuidar de mim com uma boa alimentação, noites bem dormidas e vitaminas à serem tomadas todos os dias. Fora os exames que mensalmente as gravidas precisam fazer. Me dediquei de corpo e alma a gravidez e foi um escolha muito sábia e sem culpas.


Depois 9 meses carregando uma vida dentro da barriga e suportando tudo o que uma gestação nos proporciona, eu escolhi qual seria a mulher que eu quero me tornar para que o Fernando se sinta orgulhoso de mim. Eu escolhi ser aquela mulher que se dedica todos os dias em aprender e fazer o seu melhor, não pensar em coisas negativas porque isso acaba atrapalhando todo o processo de aprendizagem de uma mulher recém parida, não serão todos que vão compreender esse amor tão sacrificante, estar sozinha não é tão ruim assim, você acaba descobrindo o quão forte e capacitada você é, optar por passar noites em claras ao invés de deixar o bebê chorando ou na companhia do pai ou avós, saber que o seu trabalho pode esperar, pensar duas/ três vezes antes de comer besteira por causa da amamentação, mesmo que seja difícil e complicado no inicio, dá banho no bebê é a melhor parte do dia, saber que as suas dores não são nada perto das reações das vacinas, seu momento beleza fica em segundo plano, suas unhas não serão pintadas todas as semanas, para pendurar as roupas no varal você terá sempre que levar o seu filho no carrinho e com um brinquedo para ele se distrair, as horas passam muito mais rápido, a cada mês você percebe que o seu filho está crescendo e você não pode fazer nada para parar o relógio, seu corpo não é mais o mesmo, NÃO É!

Eu escolhi viver tudo isso e não me arrependo em nada dessa escolha. É claro que as vezes eu penso: nossa, como queria ter umas horas pra eu pintar as unhas, fazer aquele make, programar tudinho no blog, tirar fotos, limpar, passar... É, as vezes esse desespero vem, mas eu não posso deixar esse momento do Fernando pequeno passar. Ele nasceu em Fevereiro e olha onde nós já estamos, em Julho, ele quase tem 6 meses e eu estou notando o crescimento e as habilidades que estão vindo junto nessa bagagem. Eu não posso e nem quero perder um só segundo ao lado dele.



Agora mesmo eu estou aqui, no nosso quartinho escrevendo esse post e ele dormindo com uma música de ninar de fundo. É a única parte do meu dia que eu posso sentar na poltrona e pensar em algo para o meu trabalho. Não quero troféus de reconhecimento ou puxa saco, mas eu tenho que confessar que eu estou me doando ao máximo para manter o meu blog em dia.
Como eu citei antes, essa fase pequenina do Fe vai passar e eu claro vou sentir mega saudade assim como eu sinto dos meus dias de barrigão; se eu pudesse teria uns 5 filhos hahahahaha!

E para você garota, mulher que namora, que é noiva, que é casada, se permita ser a mulher no qual você deseja ser. Não tenha medo do futuro, ele é incerto e as vezes dar certo. Um filho vem para mudar uma mulher e uma família. Você não faz ideia como nós somos preparadas para nos tornamos mães. Vai por mim, siga em frente, não desista e precista. Porque só quem te conhece e sabe da sua caminhada, vai te aplaudir de pé!

Um beijo

13 comentários:

  1. Que texto mais bacana de se ler, Jéssica! Você evoluiu e muito! E se permitir aproveitar esse momento, foi a melhor coisa que fez! Pois é um momento único e que depois não consegue recuperar!
    Eu te acompanho desde seu antigo blog e sempre goste daqui! E continuarei aqui firme e forte! ^^

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  2. Que post mais lindo, meus parabéns por ser essa mulher determinada que apesar de todas as dificuldades luta por aquilo que acredita. Não tenho dúvidas de que seu filho vai sentir muito orgulho da mãe que tem. A vida é corrida mesmo mas quando gostamos do que fazemos se torna prazeroso. Te desejo todas as coisas boas que há nesse mundo tanto pra você quanto pra esse bebê lindo, e não deixe de postar aqui porque amo seu blog! Super beijo.

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ai que texto lindo, um dos meus sonhos é ser mãe, só não tive ainda porque quero ter uma vida mais estruturada para receber ele. Me emocionou demais deu relato. Te desejo tudo de bom, muitas bençãos na sua vida e que Deus ilumine sua família ♥
    Charme-se

    ResponderExcluir
  4. Que texto! Sou muito nova, mas já penso muito em ter filhos. Amo minha vida sem horários, com uma rotina flexível e trabalho somente com esse mundo virtual que é bem incerto. Então, coloco tudo na balança e já estou me planejando para ter uma vida estável para poder crescer a família. Acho que a mãe faz muitos sacrifícios, mas acho que não tem nada mais gratificante na vida que ter um filho! Você está radiante nessa fase, linda demais. Fiquei apaixonada pelas fotos do seu post!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  5. Bem inspirador o seu texto e emocionante também.
    Se tudo der certo, me casarei o ano que vem. Um dos meus maiores medo é ter filhos. Confesso que sou bem insegura quanto a isso. É um ser totalmente dependente e que sim, muda a vida radicalmente e para sempre.
    Seu bebê é lindo demais! Parabéns!
    bjO

    Dany
    Blog Breshopping da Dany

    ResponderExcluir
  6. Adorei seu texto e é assim mesmo com a gravidez vem muitas mudanças para melhor com certeza.
    Gostei muito de saber mais sobre como foi sua gravidez e agora como está sendo com o seu baby.
    Muito bacana você deixar tudo de lado e ficar com seu príncipe pois passa muito rápido tem que aproveitar cada momento intensamente.
    Beijos
    Jana Makes Esmaltes e Cia
    Instagram
    Facebook

    ResponderExcluir
  7. Que texto maravilhoso, a maternidade traz outros ares para a mulher. Quero muito passar por esse momento mágico
    beijos

    www.estiilocarol.com

    ResponderExcluir
  8. Textão e lindo!
    E eu não vejo a hora de ser eu acredita?
    Estou louca e tentando e quando for a vontade de Deus será.
    O importante é você estar bem e o momento é muito mágico!!

    Beijinhosss ;*
    Blog Resenhas da Pâm

    ResponderExcluir
  9. É isso, a vida muda completamente, dá um pulo e dois saltos carpados, mas pelo que sei, faz parte e ninguém se arrepende! Mas, viu, mantenha sempre sua menina viva, apesar de tudo! E seja feliz!

    Bjukas!
    Unhas&Tudo ♥

    ResponderExcluir
  10. As pessoas sempre dizem que depois de se tornar mãe a vida de uma mulher muda radicalmente, e eu acredito muito nisso. Achei muito legal da sua parte curtir sua gravidez sem cobranças, você continuou linda grávida <3
    Eu tenho vontade de engravidar, mas fico pensando em como eu reagiria em meio à falta de tempo e os sacrifícios diários, e aí eu chego à conclusão de que o amor supera tudo. Sem dúvida eu seria como você, não iria querer perder nenhum minuto com outras coisas a não ser curtir os momentos com o meu filho. Seu post me tocou profundamente *-*
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta

    ResponderExcluir
  11. que texto mais lindo, super bacana vc dividir aqui com a gente nesse relato como foi sua gravidez e essa sua transformação, para um mulher ainda mais incrível do que ja era antes

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  12. So good that you took the decision to take some time off and spend it on getting ready for your newborn. Precious photos!

    www.fashionradi.com

    ResponderExcluir
  13. Olá
    A maternidade muda muito a gente. Eu também deixei o blog bem de lado nos primeiros meses do Miguel. Hoje ele já ta maiorzinho e já consigo me dedicar mais a outras coisas. Curte muito, curte tudo. Logo passa.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir